Como o câncer de colo de útero
é diagnosticado?

O exame preventivo (também conhecido como papanicolaou) é a principal estratégia para detecção de lesões precursoras diagnóstico da doença.

  Ao ser identificada alguma alteração, uma biópsia provavelmente deverá ser feita. Alguns resultados alterados no papanicolau requerem tratamento com a  remoção da camada tecidual comprometida para posterior  estudo laboratorial.

  Se o câncer cervical é diagnosticado, o seu médico vai investigar a extensão e profundidade (se houver) do processo de disseminação da doença. Essa investigação pode incluir os seguintes exames:

Lesão intra-epitelial de baixo grau, corte histológico. 

  - Exame pélvico (que pode incluir um exame retal): seu medico checa o útero, ovários e órgãos próximo ao colo do útero.

  - Cistoscopia: exame no qual se estuda a face interna da bexiga e da uretra com o uso de uma microcâmera.

  - Colonoscopia: exame no qual se estuda a face interna do cólon com o uso de uma  microcâmera.

O que é estadiamento?

“ Estadiamento” é o processo no qual se deduz , por meio dos exames acima, o grau de disseminação do câncer. A maior parte dos cânceres estão entre o estádio I a IV. Quanto menor o número, menos o câncer se espalhou.

  Alguns tipos de câncer, incluindo o câncer de colo de útero, tem o Estádio 0. O Estádio 0 é também chamado de câncer não invasivo ou carcinoma in situ. Nesse estádio, as células cancerígenas estão apenas na parte mais superficial do colo do útero, não foram para as camadas mais profundas do colo do útero nem de qualquer órgão vizinho. Os outros estádios são chamados de câncer invasor. Neles, o câncer invadiu camadas mais profundas do colo do útero.

Quais são os tipo de tratamento?

Câncer invasor é tratado com cirurgia ( histerectomia), raditerapia e quimioterapia. O tipo de tratamento depende o estádio do câncer. Normalmente, a paciente recebe mais de um tipo de tratamento.

É necessário fazer um seguimento especial após o tratamento?

O médico irá orientar o rastreio de câncer de colo de útero com uma maior frequência nos primeiros anos após o tratamento para ter certeza que as células cancerígenas foram removidas. Mesmo quando o colo do útero é removido, a paciente ainda necessitará de realizar rastreio periódico.

  Levando em consideração estas simples definições, entende-se a importância da visita anual ao ginecologista para exames de rotina que incluam a realização do papanicolau. O câncer de colo de útero é uma doença que pode ser prevenida por meio do rastreio periódico e a vacinação contra o HPV. O exame preventivo ainda pode diagnosticar doenças em fases iniciais, permitindo tratamento imediato com alta chance de cura da doença.

Fonte: 1.The American College of Obstetrician and Gynecologists. Women's Health Care Physicians. www.acog.org/Patients/FAQs/Cervical-Cancer 
                       2.www2.inca.gov.br/wps/wcm/connect/tiposdecancer/site/home/colo_utero/deteccao_precoce